Testemunhos

    Programa Escolhas

    Programa Escolhas

    O Programa Escolhas é um programa nacional, criado para promover a inclusão social de jovens de contextos socioeconómicos vulneráveis, visando a igualdade de oportunidades e o reforço da coesão social.

    • Ricardo Sousa

      Ricardo Sousa

      Responsável pelo Centro de Informática do ISPGAYA Projeto ESCOLHE VILAR – ESG (Vila Nova de Gaia)

      Diz que o tempo que passou no projeto foi decisivo para descobrir esta vocação profissional. As formações no Centro de Inclusão Digital, os conselhos do monitor CID e a opinião da psicóloga, na escola, levaram-no a tirar o curso profissional de técnico de gestão de informática com o qual hoje faz um pouco de tudo: manutenção de computadores, gestão de servidores, helpdesk aos alunos, entre outras funções que reporta diretamente à direção do Instituto Superior Politécnico de Gaia (ISPGAYA). A função que ocupa já, seguiu-se a um estágio profissional que correu bem e deu origem a um convite para ficar. Para já acha difícil ir para a Universidade, mas a prazo era aí que gostava de chegar, para tirar uma licenciatura na área da Engenharia Informática.

    • Tiago Silva

      Tiago Silva

      Monitor CID Projeto CLP MANTEIGADAS – ESG (Setúbal)

      Conheci o Escolhas por volta dos meus oito ou nove anos, através dos meus amigos, pois andávamos todos juntos, jogávamos futebol num campo que ficava ao lado do espaço e começámos a frequentar o projeto. Estudar as TIC, permitiu-me obter conhecimentos mais avançados e deu-me a possibilidade de trabalhar como monitor num Centro de Inclusão Digital (CID) e de ensinar outros a utilizar uma plataforma e a obter alguns conhecimentos sobre computadores que possam usar no curriculum vitae. Espero que, o que hoje ensino a outras pessoas as possa ajudar a arranjar um emprego com mais facilidade ou simplesmente lhes facilite o quotidiano. É uma das razões porque gosto de trabalhar num CID do Escolhas. Futuramente irei formar-me em engenharia informática e trabalhar numa das maiores empresas do país, ou mesmo dar aulas, pois algo que aprendi recentemente, é que é magnífico poder partilhar aquilo que sabemos com os outros.


    Programa CDI

    Programa CDI

    Distinguido e multi-premiado, o CDI está presente em 13 países com mais de 780 espaços de inclusão digital, com a missão de promover a inclusão social com recurso às Tecnologias da Informação e Comunicação.

    • Pedro Rodrigues

      Pedro Rodrigues

      Neste projeto do CDI mudei a minha forma de agir, tornei-me mais responsável e sinto que evolui a nível das relações profissionais. A nível tecnológico aprendi novas bases que me serão uteis no futuro. Melhorei a minha forma de agir nas relações interpessoais, os meus conhecimentos a nível de design e o meu espirito de equipa. Penso que neste projeto deveria ter sido feita uma maior lista de possíveis ideias visto que avançarmos logo com a primeira ideia proposta sem se ter feito uma avaliação de diferentes possibilidades. Encontramos dificuldades a nível das metodologias de trabalho que foram ultrapassadas assim que melhoramos o nosso trabalho de equipa. Penso que para novos projetos deveria ser feito uma melhor avaliação dos riscos e pensar em várias ideias de forma a perceber qual a melhor opção. Deste projeto levo um sentimento de satisfação, aprendi mais sobre a comunidade onde vivo e tornei-me bastante interessado em projetos deste tipo. Penso que é importante participar em projetos que só beneficiam as pessoas a nível pessoal e social. Irei com certeza participar em projetos futuros deste tipo. 3 Caraterísticas do CDI: trabalho, aprendizagem e equipa.

    • Florentina

      Florentina

      Eu gostei de participar no curso CDI. Senti-me feliz, enquanto aqui estive. Conheci pessoas novas no bairro. Aprendi a mexer no computador. Bom estar com o pessoal. Grupo e formadoras fantásticas. É bom para o meu futuro porque aprendi mais. 3 Caraterísticas do CDI: bom, ajuda as pessoas na informação, aprender. Sentimento que levo daqui: felicidade e saudade.

    Voltar ao topo